"Tem que Acreditar": A poderosa expressão dos Racionais MC's que inspira a superação, por Polyane Costa.

29/05/2023
Polyane Costa - Imagem arquivo pessoal
Polyane Costa - Imagem arquivo pessoal

A música "Tem que Acreditar" dos Racionais MC's é mais do que uma simples composição. Ela se torna uma poderosa expressão artística que nos convida a refletir sobre a importância de acreditar em nós mesmos, em nossos sonhos e em nosso potencial, mesmo diante das adversidades que enfrentamos na vida.

Desde os primeiros acordes, somos envolvidos por uma atmosfera de superação e perseverança. O refrão marcante "Tem que acreditar, que um dia vai melhorar" ecoa como um mantra de esperança. Somos convidados a uma reflexão profunda sobre as realidades sociais e as desigualdades presentes em nossa sociedade. Os Racionais MC's retratam as dificuldades enfrentadas nas periferias, onde a falta de oportunidades muitas vezes ameaça sufocar os sonhos e a esperança.

A música nos convida a mergulhar nas questões sociais e a encarar de frente as adversidades que permeiam nossas vidas. Ao abordar a realidade das periferias, os Racionais MC's expõem as dificuldades enfrentadas por comunidades que sofrem com a falta de acesso à educação de qualidade, oportunidades de emprego e inclusão social. Eles dão voz aos marginalizados, amplificando suas histórias e desafiando as estruturas sociais injustas.

No entanto, a mensagem central da música é que, apesar das circunstâncias adversas, é essencial manter a fé e acreditar que podemos superar qualquer obstáculo. É um chamado para resistir, lutar por nossos ideais e buscar uma mudança positiva em nossas vidas e na sociedade como um todo. Ao explorar as dificuldades e desigualdades, "Tem que Acreditar" nos inspira a reconhecer que somos capazes de transformar nossa realidade, mesmo quando tudo ao nosso redor parece conspirar contra nós. A música nos encoraja a romper barreiras, a acreditar em nossa capacidade de construir um futuro melhor e a buscar a equidade e justiça em um mundo desigual.

A mensagem de união e solidariedade é um elemento fundamental na música. "Tem que Acreditar" nos convida a ter empatia e compreensão pelos que estão ao nosso redor, compartilhando a mensagem de que, juntos, podemos nos fortalecer e enfrentar as adversidades com maior resiliência. Os Racionais MC's destacam a importância de nos unirmos como comunidade, apoiando uns aos outros para superar os desafios que surgem em nosso caminho.

Além disso, a música nos encoraja a desenvolver uma consciência crítica em relação à sociedade em que vivemos. Os Racionais MC's utilizam sua arte como uma forma de protesto, denunciando as injustiças e incitando a reflexão sobre a desigualdade estrutural. Eles nos desafiam a questionar as normas estabelecidas e a buscar uma transformação social que promova a igualdade de oportunidades para todos. "Tem que Acreditar" é verdadeiramente um hino de esperança, coragem e determinação. É lembrete poderoso de que, independente de nossas origens, temos a capacidade de criar nosso próprio destino. A música inspira-nos a buscar nossos sonhos, a enfrentar os desafios com bravura e a acreditar em um futuro mais justo e igualitário.

Os Racionais MC's transcenderam as barreiras da linguagem e da cultura com sua música impactante. Seus versos contundentes e poéticos capturam a essência da luta pela igualdade, alcançando pessoas de diferentes origens e despertando uma consciência coletiva sobre as injustiças sociais.

Ao ouvir "Tem que Acreditar" e mergulhar em sua letra, somos instigados a uma profunda reflexão e somos presenteados com riquíssimas ponderações. A música nos convida a não apenas acreditar, mas também a agir, a sermos agentes de mudança em nossa sociedade. Não podemos perder a fé! Ainda há muito chão pela frente, mas já percorremos um longo caminho. "Tem que Acreditar" nos impulsiona a continuar lutando, a buscar soluções e a trabalhar coletivamente para construir um mundo mais justo e igualitário. Que essa música nos inspire a acreditar em nós mesmos, a superar as adversidades e a construir um futuro melhor. Juntos, podemos fazer a diferença.

[Que a exceção se torne a regra]

"Como fico feliz e emocionada em ver algum de nós em posição de liderança, ainda mais fazendo parte de uma organização que está impactando milhares de jovens no Brasil. Eu também faço parte dessa minoria. Isso não é comum" - Disse Elizângela. Essa foi a frase que ouvi em uma reunião durante essa semana. Até então não nos conhecíamos. Logo após eu contar sobre a atuação, programas, impacto do Embaixadores da Educação, e sobre meu papel na organização, fui surpreendida pela Elizângela, com essa fala.

Ela pediu para que antes de falar sobre o trabalho que ela desenvolve quanto empresa e como poderia agregar junto ao Embaixadores, ela me surpreendeu, compartilhando esse sentimento fora do contexto que estávamos falando e com uma emoção retratada no olhar.

É... realmente não é comum!

Infelizmente não é comum. Quando mais nova, eu tinha inúmeros sonhos atrelados ao profissional porém a realidade me acordava, mostrando que poderia não passar de sonhos. Era como se a vida me sacudisse e falasse em alto e bom tom: "acorda menina".

Hoje, mais madura, me apego a certeza do quanto já caminhei e do quanto esse quebrar de barreiras está movimentando algo maior. É sobre os meus. É sobre uma geração. Sobre aquelas meninas pretas que a sacudida da vida e o "acorda menina" tenha sido capaz de travar a teimosia, coragem e persistência. É sobre a geração que chega, a geração da Helena, minha filha. Aquela frase não é clichê :"Quando a mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela".

Precisamos falar sobre essa pauta incansavelmente, com objetivo de provocar alguma mudança. É importante que organizações, movimentos, etc. olhem para essas "exceções" não com sentimento de "dever cumprido ou papel quanto sociedade feito", quando é dado oportunidade a pessoas negras para estas posições MAS com um incômodo e preocupação para que exista vontade de mudar e fazer que isso seja a regra. Entretanto, precisamos de ações muito além de ativismo superficial, mas que realmente gerem resultados estruturais e reais. Para alguns uma posição profissional, pra gente resistência, bravura e persistência. É preciso de representatividade em todos os lugares!

Polyane Costa 

é uma mulher negra, periférica, mãe, empreendedora social e co-fundadora da organização Embaixadores da Educação. Ela está comprometida em promover a transformação social por meio da educação, acreditando no poder da igualdade de oportunidades e no acesso à educação de qualidade para todos.

Em suas redes sociais, Polyane compartilha conteúdos inspiradores sobre educação, empoderamento feminino, inclusão e superação. Seu trabalho visa fazer a diferença na vida das pessoas, utilizando a educação como ferramenta de transformação.

Para conhecer mais sobre o trabalho de Polyane Costa, visite seu website e acompanhe suas redes sociais:

O câncer pulmonar é uma enfermidade avassaladora que acomete milhões de indivíduos pelo mundo. Apesar da existência de vários fatores de risco associados a tal condição, um dos mais impactantes é a exposição ao fumo passivo, ou seja, compartilhar o convívio com tabagistas. Neste texto, discutiremos o impacto do fumo passivo no desenvolvimento do...

Há 20 anos, as mudanças em como nos relacionávamos, convivíamos em locais de trabalho, em família, com amigos, em eventos sociais, políticos e até religiosos despontavam a ideia de que o "tradicional", convencional ou o que estávamos acostumados a ver como normal, não era nem de longe a única forma de viver. Nessa época, não tínhamos tanta abertura...