Me leia como um livro por Sabrina Santos

28/03/2024

A escritora colunista de literatura da Revista Negra, Sabrina Santos, nos presenteia com uma poesia para refletir sobre a experiência de ser lida e compreendida como uma obra literária, com todas as suas nuances e complexidades. Ela convida o leitor a ir além das palavras escritas e a explorar as entrelinhas, os sentimentos e as mensagens ocultas. A autora reconhece que sua obra pode gerar diferentes reações nos leitores, desde encanto até decepção, mas enfatiza a importância de dar uma chance para ser compreendida. A metáfora do livro e da leitura é utilizada para transmitir a ideia de que cada pessoa é uma história em constante evolução, cheia de reviravoltas e páginas em branco que continuam a ser inseparáveis.

 Leia mais ,

Mulher negra, de 26 anos, carioca com DNA mineiro e baiano, ariana do bem como dizem seus amigos, filha/neta da Dona Maria Adriana Jordão Alves, filha do Moysés Alves, tia da Sophia Alves(seu grande amor), irmã da Alice Jordão, noiva do Diego Silva, mãe do Théo (seu filho de quatro patas), futura mamãe da Luiza ou do Pedro, escritora, professora...

É natural de Porto Velho/RO, Descendente da Quarta Geração de Barbadianos(as). Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Marília (2018/2020). Mestra em História e Estudos Culturais pela Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR (2013/2015). Mestra em História, Direitos Humanos, Fronteiras e...