Presidente Lula anuncia medidas para combater violência nas escolas brasileiras

19/04/2023
Imagem freepik (crédito - pressfoto)
Imagem freepik (crédito - pressfoto)

As políticas públicas multidisciplinares são fundamentais para garantir um ambiente escolar seguro para os estudantes e profissionais da educação. Essas políticas englobam diversas áreas, como segurança, saúde, educação, assistência social, entre outras, e têm como objetivo prevenir a violência e promover a convivência pacífica e harmoniosa dentro das escolas.

Ao adotar medidas preventivas em diversas áreas, como ações de educação para a paz e a resolução de conflitos, melhoria da infraestrutura escolar, formação continuada dos profissionais da educação, entre outras, as políticas públicas multidisciplinares contribuem para a construção de um ambiente escolar mais saudável, acolhedor e seguro.

Além disso, é importante ressaltar que as políticas públicas multidisciplinares devem ser construídas em conjunto com a comunidade escolar, levando em consideração as particularidades de cada escola e envolvendo todos os atores sociais interessados na construção de um ambiente escolar mais seguro e pacífico. Assim, é possível promover uma cultura de paz e de respeito mútuo dentro das escolas, contribuindo para a formação de cidadãos mais conscientes, tolerantes e comprometidos com a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Na manhã desta terça-feira (18/04), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou uma reunião com ministros e governadores para discutir a crescente questão da violência nas escolas. Durante a reunião, foram apresentadas novas medidas para combater esse problema. Uma dessas medidas inclui a antecipação da segunda parcela do Programa Dinheiro Direto na Escola Básico e Qualidade, no valor de R$ 1,09 bilhão, que será destinada para investimentos em infraestrutura e medidas preventivas nas escolas.

Além disso, o Ministério da Justiça também anunciou a destinação de R$150 milhões para o Programa Nacional de Segurança nas Escolas, que tem como objetivo melhorar a segurança das escolas em todo o país. Outros R$100 milhões foram destinados ao Projeto de Fortalecimento das Guardas Municipais, para que essas instituições possam oferecer suporte para as escolas locais.

É importante ressaltar que a implementação de políticas públicas multidisciplinares é fundamental para combater a violência nas escolas e promover um ambiente seguro para os estudantes e profissionais da educação. Com essas medidas, espera-se que haja uma redução significativa nos índices de violência e criminalidade no ambiente escolar.

Fonte,

Informações compartilhadas no Instagram de Macaé Evaristo, que é deputada estadual da 20a Legislatura da ALMG. Atuou por 19 anos como professora na rede municipal de Belo Horizonte. Foi a primeira mulher negra a ocupar os cargos de secretária de Educação em BH (2005 a 2012) e em Minas (2015 a 2018). Como vereadora, atuou por uma cidade educadora e antirracista. Foi secretária da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) do MEC.


Desde a fundação do Centro de Apoio Escolar Sankofa em 2022, Débora Alves, tem se dedicado à pesquisa de metodologias bilíngues contracoloniais, visando combater o racismo sistêmico por meio da educação. O novo projeto representa não apenas um sonho, mas uma ação concreta de enfrentamento. Inspirada pelas palavras de seu orientador Alain Pascal...